11 de out de 2011

Os sentimentos que agora invadem...

Neste dia, aqui dentro de mim, confundem-se os sentimentos.
Parecem que simplesmente não ligam-se, não conseguem encontrarem-se no peito...
Pulsam por garganta a fora a procura da solução. E qual seria ela?
Aqui dentro surge uma dor.
Não é uma dor desesperadora, que faz perder os sentidos, ou que faz "chutar o balde", desistir...
Não é essa que sinto. Não essa aqui.

Ela não deixa com tais sintomas, mas leva a uma reflexão dura sobre a vida.
E sei que este seria um bom momento para isto. Talvez o melhor.
Há grandes razões aqui dentro para tomar atitudes loucas ou inesplicáveis. Mas há também uma busca pela resposta pra esse anseio do coração, para a necessidade de encontrar o balsámo que trará um novo sentido ao viver.
Esta dor que agora parece ter rasgado por dentro, não é uma tristeza ou uma forte alegria... Não. Não é. Simplesmente é mais uma das sensações inesplicáveis que surgem dentro da alma, mudando totalmente o jeito e maneira de ser e viver...
Pulsa, rasga, dói, mas muda o ser.
Ao mesmo tempo que assim faz, cura, restaura, vivifica.

Não deixa a vida parar. E nem pode fazer isso. Não pode se parar de viver pra consertar coisas pendentes no meio do caminho. Conserta-se andando e vivendo.
Aqui dentro começa a se formar e a se conceber algo novo onde outrora era registrado negativamente antigos atos e sentimentos.
Aqui tudo está prestes a virar de "cabeça pra baixo"
Aqui dentro tudo está mudando.

Nenhum comentário: