18 de fev de 2010

TEATRO DAS MÁSCARAS


Feche os olhos,
Respire fundo enquanto você sangra por dentro.
Não pergunte
Apenas sorria
E vista sua máscara.

Olhe nos olhos
e minta sem piscar
vista sua máscara
e encene a arte de amar.

Seja você mesma,
Sem nunca ter sido
Engane a todos
Apenas sorrindo

Sua boca esta suja
Com o sangue de um outro cara
Então nem ouse a dizer que me ama
Porque isso é a maior mentira

Você me anganou muito bem
parabéns!!
Mas aquele amor já não o tem
A desconfiança o roubou
E a tornou refém

Olhe nos olhos
e minta sem piscar
vista sua máscara
e encene a arte de amar.

Levei dois anos pra descobrir
mas enfim vi você sem máscara.
No baile da vida onde todos se fantasiam
Eu já não acredito em mais nada
Vou procurando nessas máscaras,
Achar talvéz uma fada.

Nenhum comentário: